O Futuro do Recrutamento

21 de Setembro de 2016

O Futuro do Recrutamento

O Futuro do Recrutamento

O futuro do recrutamento, ou se quisermos, considerando um futuro próximo, passa acima de tudo por deixarmos “cair” as ferramentas tradicionais e assumirmos de uma vez por todas que candidatos e empresas já não se identificam com as mesmas metodologias de há 10 anos.

Atualmente, os candidatos possuem mais expectativas, e como menos é mais, exigem menos, ou seja … menos complexidade, menos fases, mais assertividade e mais rapidez na conclusão de um processo de recrutamento. Cada vez mais, os clientes necessitam de acompanhar esta exigência, com vista à simplificação.

Os já conhecidos millennials, neste momento obrigam as empresas a uma alteração profunda de “pensamento interno” estrutural e cultural. Cabe às empresas de recrutamento e seleção propor soluções alternativas e arrojadas neste mercado, por forma a serem pioneiras a moldar os processos à realidade atual.

Os millennials apresentam-se no mercado como profissionais ávidos e imediatistas, não priorizando a vertente financeira, mas sim funções onde se sintam felizes e se identifiquem culturalmente. Altamente ligados ao mundo digital e, na grande maioria, atores ativos nas novidades virtuais e tecnológicas, as empresas que não acompanhem esta tendência, deixam de ser visíveis no mercado para estes talentos, correndo o risco de se tornarem obsoletas. Com isso, o mercado mais tradicional acaba, de certa forma, por ser ineficaz pelas metodologias cansativas e morosas que aplica.

O recrutamento na prática

O Sucesso de um processo de recrutamento culmina na seleção do candidato. Podemos partilhar, a experiência de um processo concluído em 1 semana, desde a adjudicação até à aceitação da proposta ao candidato. Neste caso em concreto, tratou-se um perfil financeiro com especificidades técnicas bastante complexas, acrescentando obrigatoriedade na fluência de dois idiomas (polaco e francês). Tendo em conta o nosso “pequeno mercado”, após pesquisa cirúrgica e posterior validação de um único candidato, partilhámos o mesmo com o cliente, que avançou para seleção. É importante referir, neste processo em particular, o nosso know-how e rapidez foram a chave para o sucesso do mesmo!

 

5 Aspetos essenciais a ter em conta num processo de recrutamento

 1. Realidade da Empresa Cliente

Consideramos importante conhecer a cultura e o clima organizacional, a equipa onde estará integrado, quais os valores e missão da empresa. 

2. Rapidez: Time to market

O recrutador deverá acompanhar as tendências do seu mercado, constituindo proativamente uma forte base de dados de candidatos identificados, através de networking e processos passados. Isto permite-lhe ser diferenciador no mercado, apresentando capacidade de resposta.

3. Adaptabilidade

Cada vez mais, o recrutador deverá ser adaptável à realidade da empresa. Ou seja, acompanhar as necessidades de recrutamento vs exigência do perfil, com os timings de apresentação de shortlist. Podemos estar perante um processo de conclusão em 1 semana ou 1 mês.

4. Senioridade

É importante apresentarmos recrutadores com consistência de conhecimento, entenda-se, know-how de mercado, sensibilidade e visão global de negócio, que transmitam confiança tanto ao candidato como à empresa cliente.

5. Transparência

Assumimos o papel do candidato e do cliente como sendo iguais, isto é, valorizarmos a transparência com que gerimos processos de recrutamento, bem como lidamos as expectativas dos intervenientes. 

Service Trabalho Temporário Sourcing Outsourcing Msearch Recrutamento e Selecção Upgrade Outsourcing na área das TI Field Marketing